Saturday, October 04, 2008

{receita} pudim de claras

em um almoço, um amigo de longa data que cozinha maravilhosamente bem, contou que ama pudim de claras, uma de suas sobremesas favoritas. quanto a mim, que não sou amiga dos ovos nem salgados nem doces nem cozidos nem fios nem omelete nem poché... não posso dizer que aprecio exatamente a sobremesa, mas como ele vai cozinhar para nós amanhã, lembrei-me dessa conversa antiga e resolvi mimá-lo com um pudim de claras, algo que eu nunca havia feito antes.

eu me lembrava de que tinha guardado uma receita do caderno paladar (já em homenagem a ele, rs). fui atrás dela, dei uma lida, mas, não muito confiante, dei uma gugada básica. logo nos primeiros cliques, aparece o blog da karen e algumas outras receitas (veja links ao final do post). lendo daqui e dali, acabei por fazer o meu pudim de claras assim:

[foto por gumpa @ethnocentrics]

ingredientes
6 claras
12 colheres (sopa) de açúcar
1 pitada de sal
1 colher (chá) de raspas de limão

para o caramelo:
1 xícara (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de água

para a calda:
6 gemas
3 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (chá) de maisena
2 copos (americano) de leite
1 colher (chá) de essência de baunilha

modo de fazer
comece com o caramelo: em uma panela de fundo grosso, deite o açúcar e, em fogo médio, deixe que ele derreta completamente. não mexa para que o açúcar não se cristalize. assim que o açúcar derreter, adicione imediatamente e de uma única vez, a xícara de água. vá vigiando a panela, sempre sem mexer até que grande parte da água se evapore, mas ela não fique muito dura. retire do fogo e caramelize uma fôrma tubular.

bata as claras em ponto de neve firme. nesse ponto, acrescente o sal e, logo em seguida, o açúcar às colheradas, uma de cada vez. use uma tigela grande na batedeira, pois o bicho cresce! quando o suspiro estiver bem firme, acrescente as raspas de limão e desligue a batedeira.

transfira o suspiro para a fôrma caramelizada às colheradas, alisando para que fique uniforme (sem apertar demais).

coloque a fôrma dentro de uma assadeira com um pouco d'água e leve a assar em forno pré-aquecido a 180ºC por cerca de 30-40 min.

enquanto isso, prepare a calda: misture o leite com a maizena e o açúcar. retire a película que recobre as gemas e, com a ajuda de um fouet, misture-os ao leite. se você perceber algum pedacinho mais rígido visível da gema, é recomendável coar a mistura num coador bem fino. leve ao fogo tomando cuidado para não ferver, pois talha o creme, arruinando-o. assim que a mistura engrossar levemente, acrescente a baunilha, misture por mais um ou dois minutos e retire imediatamente. para interromper o cozimento, passe o creme para um outro recipiente frio. reserve.

depois que o pudim estiver assado, desligue o forno, abra uma fresta na porta por uns 10 minutos e depois uma fresta um pouco maior por mais 10 minutos. o pudim irá crescer bastante dentro do forno, mas assim que você abrir a fresta, ele vai abaixar de tamanho. não é recomendável retirar imediatamente do forno para que a mudança de temperatura não seja muito brusca e murche demasiadamente o pudim.

depois desse tempo de descanso dentro do forno, retire a fôrma e desenforme o pudim assim que ele estiver morno.

leve a gelar separadamente o pudim e a calda-creme. no momento de servir, regue o pudim e o centro com um pouco da calda. coloque o restante numa molheira e sirva à parte. se gostar, polvilhe semente de papoula no creme para dar um charme.

a foto do meu pudim está sem o creme, pois ele só vai ser montado e comido amanhã ^^. espero que o meu amigo goste! (ah, e também os convivas hihi)

serviço: inspirada nas receitas do caderno paladar, do kafka na praia, tudo gostoso e receitinhas! aos donos e donas, o meu muito obrigada!

10 comments:

Nana said...

Seu pudim ficou lindo, eu tb comi esse ano pela primeira vez e amei.

Bjs

miki w. said...

oi, nana! obrigada pela visita!
confesso que não experimentei, mas a audiência que provou disse que estava bom (espero q eles não estivessem dizendo só pra me agradar, rs!)

[]'s, miki

Karen said...

Ficou tão fofo! Deve ter agradado sim! Beijos!

miki w. said...

oi, karen! hihi, eu não experimentei, mas, ao que tudo indica, o bicho fez sucesso! segui direitinho as suas instruções de caramelizar a fôrma, foram ótimas, pois eu nunca tinha feito isso antes!

beijinhos e ótima semana, miki

Valentina said...

O teu pudim ficou lindo amiga. nunca provei.ja sou o contrario.amo ovos. so nao gosto deles cru.

miki w. said...

tina, se vc gosta de ovos, experimente essa receita um dia, acho q vais gostar!

bjs!

Receitas especiais said...

olá, gostei muito do seu blog estou favoritando vc.
Feliz ano novo.

miki w. said...

oi, elisabete! fico muito feliz que tenha gostado do cabeça-gorda!

houve um tempo em que eu costumava ser mais assídua por aqui e também podia me dar ao luxo de ficar horas passeando pelos foodblogs prediletos.

infelizmente, o tempo anda curto e só tenho atualizado o cabeça-gorda de quando em quando.

um ótimo 2009 para ti também!

Telma said...

Parabéns pela receita tão detalhada. Fiz um pudim de claras ontem, seguindo uma receita simples. Ficou "bonzinho", mas vi que podia ser bem melhor. Hoje encontrei essa sua receita, que é basicamente a mesma, mas com dicas que fazem toda a diferença. Repetirei a experiência e sei que ficará ótimo.
Muito obrigada.

miki w. said...

oi, telma!

desculpe a demora em responder,
espero que este comment ainda a alcance!

fico feliz q vc tenha achado útil a descricao :)

como eu disse, eu nunca tinha feito o dito cujo e nem sou muito fã dele, mas fiquei realmente impressionada com o resultado!

tenho certeza de que o seu ficará nas nuvens tb ;)

beijos, m.