Monday, October 22, 2007

{receita} Neo bolognesa


Aproveitando o conhecimento dos argentinos sobre pasta, eu adiciono a receita de um molho para macarrão que saiu no caderno de receitas de uma Revista Argentina chamada Vanidades.
A receita foi testada e aprovada aqui em casa!

Neobolognesa

Ingredientes:
300g de carne moída ou picada
1 lata de tomates pelatti ou extrato de tomate
150g ("um punhado") de tomates cherry coloridos (vermelho, amarelo e verdes)
1 cebola picada
1/2 pimentão vermelho picado
2 colheres de sopa de orégano
azeite
sal e pimenta a gosto

Modo de Preparo
Em uma panela funda, refogar a cebola no azeite até ficar dourada e transparente. Adicionar o pimentão e refogar por mais ou menos 1 minuto. Fogo moderado.
Acrescentar a carne, temperar com o sal e a pimenta e deixar cozinhar bem.
Com a carne refogada, acrescentar os tomates pelatti/extrato, e deixar cozinhar em fogo brando por 15 minutos.
Condimentar com o orégano e agregar o tomate cherry. Cozinhar mais 2 minutos.
Servir com o macarrão desua preferência!
Decorar com manjericão se desejar
Cheers!

6 comments:

miki w. said...

sabe que andei fazendo umas experiências (mal-sucedidas) de comida cubana e fiquei com bode da combinação pimentão + orégano + cominho. sinceramente, fica um gosto horrível, capaz de estragar qualquer prato!

mas, vendo essa sua receita até me animei a experimentar! tudo bem que não tem o cominho, mas fiquei tão mal-impressionada que passava longe das tais receitas!

parece mesmo ótimo, o cris tá passando bem, heim???

bjs e saudades,
miki

Thiago Cruz said...

Gostei muuuuito da receita!!

Postei ela em meu blog..

Espero que não se incomode...

Coloquei referância para seu blog!

Abraços,

Thiago Cruz

Pri said...

Miki, quando vi a receita pela primeira vez, tb fiquei com uma má impressão sobre o orégano. Mas, na verdade, o gosto de orégano é muito leve se vc respeitar as duas col.de medida. Acho que retirar o orégano tb não deve prejudicar a receita. O pimentão, por outro lado,tb não fica com gosto marcante, acho que o grande segredo está nestes tomatinhos cherry serem aqueles mais ácidos e bem suculentos, faz um bom contraste com o tomate-carne habitual.
Um bj, saudades!

Pri said...

Oi, Thiago,
Não me incomodo, não, de forma alguma!
Fico feliz que você tenha gostado da receita.
Qual é seu blog?

Pri said...

Vocês viram o tamanho das folhas de manjericão daqui da Argentina?
São importadas de Itu! hahaha

miki w. said...

Pri, confio cegamente no seu bom gosto culinário. Dia desses vou experimentar fazer! Em novembro, quando vou virar gente de novo, rs!

Eu também fiquei espantada com o tamanho dos manjericões! E eles são saborosos?

Beijocas, saudades, Miki