Friday, February 02, 2007

{receita} Pé-de-moleque da Obachan


Ingredientes
» 9 copos de amendoim (medi-lo torrado, sem casca e moído)
» 5 1/2 copos de açúcar
» 2 copos de água

Modo de fazer
Faça uma calda com água e açúcar - ponto de fio. Coloque o amendoim e cozinhe em fogo médio até aparecer o fundo da panela.

Tire do fogo, bata um pouco, despeje em uma assadeira, espalhe e acalque com os dedos. Corte ainda quente.

BÔNUS TRACK
Quer saber a historinha?

19 comments:

lunalestrie said...

Miki, sua historinha é linda, que bom que deu tempo de você participar. Eu lembrei que quando viajava com minha família, meu pai também acordava a gente ainda escuro e eu adorava ver o sol nascer na estrada.
Beijinho!!! :)

miki w. said...

oi, luna! quando eu era bem pequena, passava bem mal no carro, era meio horrível, mas depois que cresci, era só farra! tão boas essas lembranças da infância, não é mesmo?

beijinhos, miki

Karen said...

Também tenho boas lembranças de viagens de madrugada... Eu tinha enjôos quando era pequena, mas depois dos 9 anos melhorei bastante.

miki w. said...

essa idéia da valentina foi ótima né? tantas recordações boas...

valentina said...

Miki, amei esta historia.linda! ate eu fiquei com vontade de comer o pe de moleque da tua vovo.bjocas

Patricia Scarpin said...

Miki, eu adoro pé-de-moleque!!

Agora vou ler a historinha. ;)

miki w. said...

tina, pena que não ficou exatamente como devia, creio que eu perdi o ponto da calda :-s. acho q vou ter q fazer novamente :-).

pat, somos duas!

beijinhos, miki

fezoca said...

ai, bbei com esse doce!!! :-)

Eliana Scaramal said...

Fiquei morrendo de vontade de comer o doce!! :) Esse evento da Valentina revelou lindas histórias.

miki w. said...

fer e eli, confesso q o doce não ficou como eu imaginava (acho q fiz algo errado). como tirei um pedaço ainda meio quente para fotografar, imaginei q ele ficaria mais durinho ao esfriar, mas acabou virando meio q uma massaroca (rs). acho q vou ter q fazer de novo!

beijinhos, miki

Elvira said...

Gostei muito de ler sobre essas suas recoradções de infância... :-)

Um beijão de Portugal.

Sonia Novaes said...

Miki

Nasci e me criei numa colônia de japonêses no interior de SP...
Até falava em japonês...he!he!
Mamãe tinha uma vizinha que adorávamos e a chamávamos de Batchan...foi ela que me ensinou a comer mandiú...gosto até hoje...
Beijos...
Sonia Novaes

miki w. said...

elvira, fico muito feliz! obrigada pelo carinho de Portugal, que gostoso :-)!

sonia, verdade? o q vc aprendeu a falar? eu a-do-ro mandiu, é bom demais, não? principalmente aquele beeeem branquinho!

beijinhos, miki

Sonia Novaes said...

Miki

Lembro bem de uma palavra:
Koibito...sei o que significa...vc sabe?
Sayonara...
Kunitiua...
bakataré...he!he!
gorran
obatchan
katchan
e assim pelo mundo afota...não lembro mais de nada...a língua japonêsa se vc não treinar...esquece...
Bjs
sonia novaes

miki w. said...

sonia, eu já soube, mas como vc bem disse, como qualquer língua, se vc não treinar... esqueci!!! rs

e até bakataré entrou na lista, heim?????? rs rs

beijos querida,
miki

Silvia Simões, [+ Lizzie +] said...

Oi! Essa foto encheu a boca d'água! Vou fazer a receita e volto pra contar depois!
Beijos! Lindo blog!

miki w. said...

olá, silvia!
espero q tenha dado certo e q vc tenha gostado ^.^
obrigada pela visita.
beijos!
miki

O que Cintila em Mim said...

Santo Deus de misericórdia!
Se eu não fizer esse pé-de-moleque hoje, acho que me mato, rsss.

Parece muuuuuito bom!

miki w. said...

o que cintila em mim, hehe, rolei de rir ao ler seu comentário! o meu não ficou assiiiim tão bom quanto a lembrança do maravilhoso tabuleiro da minha avó, mas dia desses vou tentar de novo!